Publicidade

Alaska Daily e Big Sky são canceladas pela ABC no Disney+

Diogo Fernandes, 14 de maio de 2023 18:14

A rede cancelou as séries de primeiro ano Alaska Daily e The Company You Keep, bem como Big Sky, que teve três temporadas. Estas são as primeiras cancelações da ABC esta temporada, sendo que o drama A Million Little Things e a comédia The Goldbergs anunciaram também o seu fim antecipadamente.

Big Sky, criada por David E. Kelley, foi uma forte aposta da ABC na sua primeira temporada, mas perdeu algum público nas temporadas seguintes. A terceira temporada da série, intitulada Deadly Trails, teve apenas 13 episódios, e as classificações Nielsen de sete dias declinaram cerca de 15% no total de espectadores (de 5,65 milhões para 4,85 milhões) e 17% em adultos entre 18 e 49 anos (de 0,6 para 0,5).

Alaska Daily, com Hilary Swank como uma repórter que tenta reconstruir a sua carreira no estado titular, teve a maior audiência total entre as três séries canceladas, com 5,3 milhões de espectadores em sete dias - mas também a segunda menor classificação (0,41) entre qualquer drama da ABC no público-alvo dos anunciantes, adultos entre 18 e 49 anos. The Company You Keep, estrelada por Milo Ventimiglia de This Is Us, nunca se conseguiu destacar no horário pós-American Idol nas noites de domingo, com média de 3,78 milhões de espetadores e uma classificação de 0,4 no público-alvo de 18 a 49 anos.

Alaska Daily e The Company You Keep foram produzidas pela 20th Television, subsidiária da Disney da ABC. Big Sky é uma co-produção da 20th TV e da A+E Studios.

A ABC ainda não tomou decisões sobre quatro séries, The Conners, Home Economics, Not Dead Yet e The Rookie: Feds - e tem seis pilotos (quatro dramas e duas comédias) em disputa para a temporada 2023-24. As decisões sobre estes projetos serão tomadas na próxima semana, já que fontes dizem que a rede de propriedade da Disney ainda está em negociações com produtores e vários estúdios externos por trás de muitas séries.

O que ainda não está claro é se a programação de outono da rede ignorará em grande parte as possíveis consequências da greve do Sindicato de Argumentistas da América ou levará em conta a paralisação do trabalho, mais em linha com a maior parte da programação à prova de greve da NBC.