Publicidade

Dwayne Johnson culpa nova liderança por não haver Black Adam 2

Dwayne Jonson apareceu num novo episódio do talk show "Hart to Hart" de Kevin Hart no Peacock (gravado antes da greve, claro) e reviu o sucesso e queda de Black Adam. O seu filme de banda desenhada de 2022 foi projetado para lançar um novo capítulo de contar histórias dentro do Universo DC da Warner Bros. (o filme terminou com o regresso de Henry Cavill como Super-Homem, e a franquia pretendia chegar a um confronto entre Johnson e Cavill), mas a DC Studios foi reestruturada pouco depois do seu lançamento, com os novos líderes James Gunn e Peter Safran a assumirem o comando. Johnson anunciou em dezembro que Black Adam 2 não ia avançar por agora.

"'Black Adam' ficou preso num vórtice de nova liderança", disse Johnson quando Hart perguntou como se sentiu ao ver a franquia ser parada. "Houve tantas mudanças de liderança. Sempre que tens uma empresa, uma empresa cotada em bolsa, e tens todas essas mudanças de liderança, tens pessoas que entram e que, criativa e financeiramente, vão tomar decisões com as quais podes não concordar."

Johnson frisou que a sua franquia Black Adam ficou "preso na teia de nova liderança", mas ainda não compreende completamente por que motivo a personagem foi abandonada, tendo em conta o que ele considera como vários pontos de sucesso do filme.

"Isso será sempre um dos maiores mistérios", disse Johnson. "Tens a maior estreia da tua carreira. Claro, sem a China, o que poderiam ter sido mais 100 ou 200 milhões de dólares. Tens um super-herói e queres expandir a franquia. Trazes de volta o Superman e o Henry Cavill, com o mundo a enlouquecer. E criámos um portefólio diversificado de super-heróis, onde temos apenas homens e mulheres de cor em 'Black Adam'.".

Black Adam estreou com 67 milhões de dólares nas bilheteiras, um ponto alto na carreira de Johnson e muito mais do que os 55 milhões de dólares arrecadados por The Flash este ano. No entanto, as receitas do filme não se mantiveram e não ultrapassaram a marca dos 400 milhões de dólares a nível mundial.

Johnson comparou a paragem de Black Adam a "novos donos a chegarem e a comprar uma equipa da NFL e a dizerem 'Não é o meu treinador, não é o meu quarterback'. Não importa quantas vezes ganhaste o Super Bowl ou quantos anéis tens, vais com outra pessoa.".

Johnson publicou nas redes sociais em dezembro para informar os fãs que tinha falado com os novos chefes da DC, Gunn e Safran, e que Black Adam 2 estava fora de questão por agora. Ele disse que a personagem "não estará no primeiro capítulo da sua história", mas acrescentou que a DC e a sua produtora, Seven Bucks, "concordaram em continuar a explorar as formas mais valiosas de utilizar Black Adam em futuros capítulos do multiverso da DC".

"Tudo o que eu podia fazer, e tudo o que podíamos fazer quando estávamos a fazer 'Black Adam', era dar o nosso melhor e rodearmo-nos das melhores pessoas e entregar o melhor filme que conseguíssemos", disse Johnson mais tarde à Variety. "A nossa pontuação junto do público foi na casa dos 90%. Os críticos deram alguns tiros, mas isso é apenas parte do negócio.".



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: