Publicidade

National Geographic vai lançar documentário sobre astronautas negros da NASA

Diogo Fernandes, 31 de março de 2023 23:49

Para os pioneiros astronautas negros da NASA, a gravidade não foi a única barreira que os impediu de alcançar as maiores alturas. Eles também enfrentaram outra força implacável, na forma de preconceito racial.

A National Geographic Documentary Films anunciou hoje que os cineastas Lisa Cortés e Diego Hurtado vão dirigir e produzir The Space Race, um documentário que "revelará as histórias pouco conhecidas dos primeiros pilotos, engenheiros e cientistas negros a tornarem-se astronautas" e os obstáculos que afetaram a sua trajetória. Frank Marshall e Tony Rosenthal da Kennedy/Marshall Company serão os produtores executivos do filme, juntamente com Carolyn Bernstein da National Geographic Documentary Films e Leland Melvin.

O projeto será produzido por Alexandra Bowen e Aly Parker da Kennedy/Marshall, Mark Monroe da Diamond Docs e o produtor independente Keero Birla. Monroe também será o escritor do filme.

“The Space Race une as histórias de astronautas negros que procuram romper as correntes da injustiça social para alcançar as estrelas, incluindo Guion Bluford, Ed Dwight e Charles Bolden, entre muitos outros", disse a National Geographic Documentary Films num comunicado. "Abordando a injustiça racial dentro da NASA ao longo de várias décadas, o filme seguirá estes pioneiros que lutaram para superar não apenas os obstáculos do seu treino de astronauta, mas também os desafios que decorreram do preconceito racial e discriminação presentes na época. The Space Race destacará como a sua perseverança desafiou a definição de 'a coisa certa', mesmo quando as suas histórias foram omitidas dos livros de história."

O filme estará disponível exclusivamente nos canais National Geographic e no Disney+. Em Portugal é quase certo que este vai estrear no Disney+ Portugal.

“Foi um prazer trabalhar com os co-realizadores Lisa Cortés e Diego Hurtado de Mendoza, juntamente com os nossos amigos da Kennedy/Marshall, para contar as histórias inspiradoras e corajosas dos pioneiros astronautas negros", disse Carolyn Bernstein, vice-presidente executiva de documentários da National Geographic. "Sentimo-nos honrados por dar destaque a estes pioneiros na exploração espacial na narrativa em torno da exploração espacial dos EUA."

A NatGeo descreve The Space Race como "um filme sobre conectividade, comunidade, mentoria e a importância dos pioneiros".

"A exploração do espaço sempre foi um lugar de esperança e inspiração", disseram Cortés e Hurtado de Mendoza num comunicado. "Do espaço, olhamos para o Universo e aprendemos sobre o nosso lugar nele, mas também olhamos para a Terra e aprendemos sobre nós mesmos. Um grupo celeste de astronautas são os únicos seres humanos que já viram toda a humanidade a partir deste ponto de vista único - com as suas infinitas possibilidades e os seus defeitos debilitantes. Não poderíamos ter encontrado um parceiro mais solidário do que a National Geographic Documentary Films para contar a história destes bravos pioneiros na exploração espacial que abriram o programa espacial para pessoas de cor."

Os créditos cinematográficos de Cortés incluem a produção executiva de Precious, o drama de 2009 que ganhou dois prémios da Academia e foi nomeado para mais quatro. No Festival de Cinema de Sundance deste ano, ela apresentou dois projetos - o documentário Little Richard: I Am Everything, que dirigiu e produziu, e Invisible Beauty, o documentário sobre a pioneira da indústria da moda negra Bethann Hardison, que Cortés produziu. O documentário da HBO vencedor do Emmy, The Apollo (2019), que Cortés produziu, explora a história cultural e política afro-americana através da história do lendário Apollo Theater de Harlem. Cortés também co-dirigiu All In: The Fight for Democracy (2020), que traça a história violenta da luta pelos direitos de voto. Numa fase anterior da sua carreira como executiva de música, Cortés ajudou a lançar as carreiras de Run-D.M.C. e Beastie Boys.

Os créditos de Hurtado de Mendoza incluem The Redeem Team, sobre a equipa masculina de basquetebol olímpico dos EUA de 2008.

Ansioso pela estreia de mais um documentário?

Este não é o primeiro filme que explora a dificuldade em que a comunidade negra teve em se adaptar e conseguir ganhar reputação na NASA. Em 2017, o filme Elementos Secretos foi lançado e que conta a história de três mulheres que tiveram um enorme impacto no sucesso da primeira viagem ao espaço dos Estados Unidos.