disney

Netflix pretende atingir as zero emissões de carbono até 2022

Diogo Fernandes, 31 de março de 2021 11:07

A Netflix é sem sombra de dúvida uma das empresas que mais tem despertado o lado sustentável dentro das pessoas através do lançamento de documentários como o Cowspiracy, ou mais recentemente Seaspiracy, que muito foram e continuam a ser falados. No entanto, e neste sentido a empresa ainda não tinha realizado grandes mudanças na forma em como opera, ou pelo menos até agora.

Como agente da mudança que a Netflix, a empresa anunciou agora que se compromete a reduzir a sua pegada ambiental na forma como opera, e assim esta promete que até ao final do próximo ano de 2022, vai atingir as zero emissões de gases efeitos de estufa, que estão relacionados com a destruição da camada de ozono, e posteriormente a acelerar as mudanças climáticas.

Esta anúncio aconteceu no blog da empresa, onde Emma Stewart, responsável pela sustentabilidade da empresa, lançou alguns dados que nos parecem interessantes, como que apenas em 2020, 160 milhões de famílias viram a pelo menos um título relacionado com a sustentabilidade. Segundo Stewart, só em 2020, a empresa emitiu 1,1 milhões de toneladas no ano passado.

Cerca de metade deste valor foi gerado através da produção de filmes e séries com o nome Netflix, que inclui o conteúdo próprio e o conteúdo desenvolvido por empresas terceiras.

De modo a conseguir atingir estes objetivos, a empresa vai focar-se em três pontos principais, que começam pela redução das emissões internas. Num 2º passo vai esforçar-se para que seja possível "manter e neutralizar" as emissões de carbono que não pode evitar internamente, investindo em projetos que impeçam a entrada de carbono na atmosfera, através da conservação de áreas de risco, como florestas tropicais, que são fundamentais para cumprir os objetivos climáticos globais.

Num terceiro passo, esta vai ajudar a remover o carbono da atmosfera investindo na regeneração de ecossistemas naturais críticos, como zonas de pastagem ou solos saudáveis.

Neste momento a Netflix já se encontra encontrar a trabalhar em projetos como o Lightning Creek Ranch em Oregon que ajuda a preservar a maior pradaria de erva da América do Norte. No Quénia, apoia o Projeto RedD+, que protege a floresta de terra seca e que abriga centenas de espécies ameaçadas e fornece aos locais rendimentos alternativos a atividades insustentáveis como a caça furtiva.

O que achas destas medidas anunciadas pela Netflix?


Não te esqueças de deixares um gosto nas nossas páginas das redes sociais e ficar a par de todas as novidades em primeira mão. Estamos presentes no Facebook , Instagram , e ainda no Google Notícias.

Netflix Curiosidades Sustentabilidade

Entra na tua conta para poderes comentar e ganhar pontos, Clica aqui.