Publicidade

Paramount vai acabar com minisséries produzidas nos EUA, diz Nicole Clemens

Diogo Fernandes, 10 de outubro de 2023 18:44
Paramount vai acabar com minisséries produzidas nos EUA, diz Nicole Clemens

Paramount está a virar as costas às séries limitadas nos EUA, revelou Nicole Clemens.

Clemens, que foi promovida a liderar a Paramount Television Studios (PTVS) e as Séries Originais com Guião da Paramount+ (SkyShowtime em Portugal) no ano passado, afirmou que está focada em histórias globais que "tenham um apelo mais amplo e sejam cativantes e entretenimento" durante o seu discurso principal na MIA Market, no evento de televisão e cinema de Roma, esta tarde.

Minisséries como o drama biográfico The Offer, que contou a história da criação de The Godfather, estão fora de questão por enquanto.

"A única coisa que não estamos a fazer são minisséries nos EUA", disse ela. "Elas continuam a acontecer internacionalmente e as pessoas continuam à procura de formas oportunas de criar minisséries de sucesso, mas nós procuramos programas contemporâneos e contínuos."

Clemens incentivou produtores a apresentarem propostas de comédias de meia hora "grandes, barulhentas e engraçadas", com o reboot de Frasier, que estreia em novembro no SkyShowtime Portugal.

Na sua nova posição, Clemens está a trabalhar em projetos como Alex Cross da Amazon Prime Video e Time Bandits de Taika Waititi, Jemaine Clement e Iain Morris para a Apple TV+. Entretanto, revelámos também que a adaptação de Spiderwick Chronicles da Paramount TV Studios foi adquirida pela Roku, após a Disney+ ter abandonado a série por motivos fiscais, segundo Clemens.

Clemens disse à conferência italiana que também está focada em programas fora dos EUA. "A Netflix diz que 97% do público já viu um programa legendado e o público mais jovem tem muita vontade de ver conteúdo da Coreia, Itália ou Reino Unido", acrescentou ela. "A oportunidade para os talentos migrarem é muito rica, por isso acho que [fora dos EUA] é um terreno incrivelmente fértil."

A antiga executiva da FX explicou aos participantes da conferência as nuances do seu novo trabalho, que surgiu depois do seu chefe George Cheeks ter incorporado a equipa de originais scriptados da Paramount+ na Paramount TV Studios, no meio de despedimentos, ficando Clemens responsável por ambos.

Ela afirmou que os produtores internacionais podem apresentar as suas propostas com qualquer mercado local e a Paramount+ pode aceitar um programa nesse mercado. Se o projeto for mais global, ela incentivou os produtores a apresentarem a proposta à equipa de TV Studios.

A MIA está a decorrer esta semana em Roma, com a presença de nomes como Marc Helwig da Miramax, David Levine da Anonymous Content e Marge Dean da Skybound.



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: