Publicidade

Jeffrey Dahmer, como Morreu? Quem foi Jeffrey Dahmer?

Diogo Fernandes, 5 de janeiro de 2023 22:10

Conhece a história de vida do monstro Jeffrey Dahmer

Jeffrey Dahmer é um dos mais prolíficos e famosos assassinos em série na história dos EUA, ao ponto de pensares na frase "assassino em série", e ele ser um dos primeiros a se dizer.

Em resumo:

  • Jeffrey Dahmer: O Assassino em Série Prolífico: Dahmer é um dos mais famosos assassinos em série dos EUA, conhecido por seus crimes brutais e perturbadores em Milwaukee, Wisconsin, entre 1978 e 1991.
  • Os Crimes Horrendos e a Questão da Saúde Mental: Dahmer assassinou pelo menos 17 homens, a maioria gays e/ou de cor, para satisfazer seus desejos sexuais. Ele torturava, assassinava e desmembrava suas vítimas, usando partes de seus corpos para atos sexuais e até mesmo comendo seus restos mortais.
  • Julgamento e Condenação: Apesar dos diagnósticos de distúrbios mentais, o júri considerou Dahmer capaz de entender a natureza errada de seus atos. Com a abolição da pena de morte em Wisconsin, ele foi condenado a 15 penas de prisão perpétua.
  • Fim Trágico na Prisão: Dahmer foi morto na prisão em 1994 por outro detento, Christopher Scarver, que afirmou ter agido por instrução divina. Esta tragédia encerrou a vida do assassino em série, marcada por crimes chocantes e um destino final violento.

Quem foi Jeffrey Dahmer?

Entre 1978 e 1991, Dahmer assassinou pelo menos 17 homens assassinados em Milwaukee, Wisconsin – a maioria dos quais gays e/ou de cor – para satisfazer aparentemente os seus próprios desejos sexuais.

Após torturar e assassinar as suas vítimas, algumas com apenas 14 anos, usava os seus corpos para atos sexuais, comia os seus restos mortais ou preservava partes dos seus cadáveres no seu apartamento. Foi uma fuga ousada de um potencial vítima que levou a polícia à porta da frente de Dahmer em 1991.

Quando a polícia finalmente o apanhou, quatro cabeças cortadas foram encontradas na sua cozinha, ao lado de órgãos humanos e partes de corpos. Um tambor gigante no seu quarto continha quatro torsos a dissolverem-se em ácido, e uma coleção de Polaroids que mostrava uma série de outras vítimas durante várias fases do seu desmembramento.

Mas o que se faz com um homem como este quando a pena de morte foi abolida no estado?

Dahmer viria a confessar de bom grado tudo o que tinha feito em entrevistas gravadas, sem um advogado presente. Contestou a ideia de que iria atacar deliberadamente pessoas de cor, afirmando, em vez disso, que tinham um "tipo de corpo ideal".

Se Dahmer sofria ou não de um distúrbio mental que o impedia de controlar as suas emoções, foi uma questão que se tornou debate na sua audiência judicial, em vez de ser ou não culpado. Dahmer declarou-se culpado, mas com uma defesa por insanidade na primeira audiência em fevereiro de 1992.

Tanto a acusação como a defesa trouxeram testemunhos de psiquiatras e médicos que afirmaram que Dahmer sofria de numerosas perturbações psicológicas, incluindo distúrbio esquizofrénico, transtorno de personalidade e perturbação obsessiva compulsiva.

Ambos os lados concordaram que ele era um parafiliaco (sexualidade desviante) e necrófilo (tinha atração sexual por cadáveres).

No entanto, a distinção vem com a questão de saber se algum destes diagnósticos significaria que era incapaz de parar a si mesmo e às suas compulsões. A defesa argumentou que não estava de mente sã quando os crimes ocorreram, enquanto a acusação retorquiu que as suas oportunidades perdidas para revelar, bem como a sua preparação para os assassinatos e esconder as provas, significavam que ele sabia o que estava a fazer.

O júri acabou por declará-lo são o suficiente para entender que o que estava a fazer era errado na altura de cada homicídio, dada a sua personalidade encantadora, a capacidade de esconder os seus desejos obscuros em público, conhecimento para levar as suas vítimas sozinhas para impedir testemunhas, e a sua ocultação dos crimes.

O estado de Wisconsin aboliu a pena de morte e, como resultado, foi condenado a 15 penas de prisão perpétua. Mesmo com a pena de 15 anos, acabou morto no final de 1994.

Como morreu Jeffrey Dahmer?

Jeffrey Dahmer foi assassinado na Instituição Correcional de Columbia dia 28 de novembro de 1994.

Tinha passado o seu primeiro ano na prisão, a viver na solitária devido a preocupações de que seria alvo de outros prisioneiros cientes dos seus crimes horrendos.

No entanto, a pedido de Dahmer, foi mais tarde transferido para junto da população em geral, dizendo que o confinamento solitário tinha sido demasiado restrito para ele e que precisava de algum tipo de estímulo mental.

Como parte do seu trabalho, tinha de limpar o bloco de sanitas duas horas por dia.

Enquanto estava na prisão, Dahmer tornou-se obcecado pelo cristianismo, tendo pedido uma Bíblia enquanto aguardava pela sua audiência judicial. Mais tarde dedicou-se à fé e foi batizado em maio de 1994.

Houveram várias tentativas de o tentar matar, uma apenas dois meses após o seu batismo, onde um recluso lhe bateu na garganta com uma 'haste' improvisada, criada a partir de uma navalha embutida numa escova de dentes enquanto ele estava a frequentar a igreja.

Foi noticiado por várias fontes próximas de Dahmer, incluindo os seus pais, que estava pronto e disposto a morrer pelo que tinha feito.

A 28 de novembro de 1994, foi espancado até à morte pelo assassino condenado Christopher Scarver, usando halteres do ginásio da prisão. Jesse Anderson, outro assassino da prisão, também foi gravemente ferido no mesmo ataque.

Dahmer sobreviveu o suficiente para chegar ao hospital, mas morreu uma hora depois. Anderson morreu dois dias após Dahmer.

Scarver confessou os assassinatos rapidamente após o ataque, alegando que "Deus lhe tinha dito para o fazer". Foi-lhe dada mais duas penas de prisão perpétua.

Não percas a história de quem foi Jeffrey Dahmer em DAHMER - Monstro: A História de Jeffrey Dahmer já disponível na Netflix Portugal. E no próximo dia 10 de outubro, estreia Conversas Com um Assassino: As Gravações de Jeffrey Dahmer na Netflix.



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: