Publicidade

"Ripley" da Netflix é uma História Real? Tom Ripley é uma pessoa verdadeira?

José Oliveira, 4 de abril de 2024 14:56
"Ripley" da Netflix é uma História Real? Tom Ripley é uma pessoa verdadeira?

A série Ripley estreou na Netflix em abril de 2024 e conta história intrigante e complexa de Tom Ripley, interpretado brilhantemente por Andrew Scott. Mas afinal, de onde surgiu esta intrigante figura que nos fascina com as suas ações perturbadoras?

Antes de começarmos é importante dizer que não é a primeira vez que vemos a sua história ser adaptada, em 2000 foi lançado o filme O Talentoso Mr. Ripley.

Tom Ripley é uma pessoa real?

A resposta remonta à mente genial da escritora Patricia Highsmith e às suas próprias experiências e emoções.

Publicado em 1955, o romance O Talentoso Mr. Ripley é a obra-prima de Highsmith que deu origem ao universo de Tom Ripley. A autora, conhecida pela sua maestria em explorar a natureza humana e os seus recantos mais sombrios, criou um anti-herói complexo e multifacetado que desafia as convenções do bem e do mal. Embora a história seja puramente fictícia, Highsmith encontrou inspiração em diversos elementos da sua vida e do mundo que a rodeava para dar vida a Ripley.

Uma das principais fontes de inspiração para Highsmith foi a sua própria luta com a sua identidade e sexualidade. Num período em que a homossexualidade era ainda um tabu na sociedade, a autora viu em Ripley uma personagem que refletia as suas próprias ambiguidades e desejos reprimidos. A relação tumultuosa e secreta entre Ripley e Dickie Greenleaf espelha as experiências pessoais de Highsmith com os seus amores proibidos e as consequências devastadoras que poderiam advir dessas relações clandestinas.

Além disso, Highsmith também se inspirou em eventos do seu tempo e em histórias reais que a marcaram. Um incidente em particular, envolvendo um homem dado como morto no seu próprio funeral, serviu de ponto de partida para a trama sinuosa e imprevisível de Ripley. A autora fundiu estas narrativas reais com a sua imaginação fértil e as suas próprias fantasias sombrias para dar vida a um personagem que transcende as páginas do livro e se torna inesquecível para os leitores e espetadores.

No entanto, o momento decisivo na criação de Ripley pode ter ocorrido durante uma viagem da autora a Itália, onde ela teve um encontro fugaz com um desconhecido solitário na praia. Esta breve interação deixou um impacto duradouro em Highsmith, que viu nesta figura enigmática a semente de inspiração para o icónico anti-herói. A solidão, a estranheza e a sensação de deslocamento que o desconhecido transmitia ecoaram na essência de Ripley, tornando-o num reflexo distorcido das próprias angústias e desejos da autora.

Assim, ao criar Tom Ripley, Patricia Highsmith não apenas deu vida a um dos mais memoráveis anti-heróis da literatura, mas também imortalizou as suas próprias lutas e desejos mais profundos. A complexidade e ambiguidade de Ripley refletem as nuances da natureza humana e a constante luta entre o bem e o mal que todos enfrentamos. É essa dualidade que torna Ripley tão fascinante e tão cativante para o público, mesmo décadas depois da sua criação.

Em conclusão, a série Ripley pode não ser baseada em factos reais, mas a essência de Tom Ripley e a sua história têm raízes profundas na vida e na imaginação extraordinária de Patricia Highsmith. O legado deste anti-herói atemporal continua a ecoar nas mentes e nos corações dos leitores, lembrando-nos da complexidade da condição humana e da beleza trágica da nossa própria imperfeição.



Onde ver Ripley Online?

JustWatch

Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: