Publicidade

Robert Downey Jr. está feliz por não ter ganho o Óscar por 'Chaplin'

José Oliveira, 26 de janeiro de 2024 12:42
Robert Downey Jr. está feliz por não ter ganho o Óscar por 'Chaplin'

Numa entrevista recente com os apresentadores do programa The View, Robert Downey Jr. partilhou abertamente o seu alívio por não ter ganho o Óscar pela sua notável interpretação de Charlie Chaplin no filme "Chaplin" de 1992.

Durante a conversa, o experiente ator explicou que, na altura, era "jovem e inconsequente", acrescentando que não ter recebido a estatueta na sua primeira das três nomeações ao Óscar foi, de certa forma, um alívio. Downey Jr. perdeu o prémio para Al Pacino, que se destacou em "Perfume de Mulher".

"Se tivesse ganho, teria dado a impressão de que estava no caminho certo", refletiu Downey Jr. durante a entrevista. Ele partilhou este momento da sua carreira com a colega Whoopi Goldberg, com quem contracenou na comédia Soapdish em 1991. Goldberg concordou, recordando os dias em que ambos trilhavam caminhos semelhantes na indústria cinematográfica.

Após a primeira nomeação ao Óscar, Downey Jr. enfrentou desafios pessoais, passando por "30 anos de dependência, depravação e desespero", conforme ele próprio descreveu. No entanto, o ator expressou satisfação ao falar sobre a sua nomeação mais recente pelo papel em Oppenheimer este ano.

"Eu estava tão contente pelas 13 nomeações", disse Downey Jr., acrescentando o seu espanto pela primeira nomeação ao Óscar de Emily Blunt. No filme, o ator interpreta Lewis Strauss, presidente da Comissão de Energia Atómica dos EUA, numa performance que recebeu aclamação.

A 96ª edição dos Óscares está agendada para ser transmitida ao vivo no domingo, 10 de março, diretamente do Teatro Dolby em Hollywood. A expectativa para a cerimónia é elevada, com os fãs ansiosos por ver se Robert Downey Jr. receberá finalmente a cobiçada estatueta dourada.



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: