Publicidade

"Taylor Swift’s Eras Tour" pode ter custado $75 milhões ao Disney+

José Oliveira, 9 de fevereiro de 2024 16:23
"Taylor Swift’s Eras Tour" pode ter custado $75 milhões ao Disney+

Filme Documental pode ter custado mais que temporadas inteiras de Black Mirror (6,6 milhões por episódio) e Bridgerton (7 milhões por episódio)

Taylor Swift continua a brilhar nos negócios, desta vez selando um acordo altamente lucrativo com a Disney+. A gigante do entretenimento está a desembolsar mais de $75 milhões para adquirir os direitos exclusivos de transmissão global de Taylor Swift: The Eras Tour (Versão de Taylor), de acordo com a Deadline.

Este montante coloca a Disney à frente de concorrentes como Netflix e Universal Pictures, que lidou com a distribuição digital/VOD do filme.

A Disney, por enquanto, optou por não comentar o acordo, enquanto um representante de Taylor Swift ainda não respondeu aos pedidos de comentário.

O filme, após a sua estreia mundial nos cinemas a 13 de outubro, tornou-se o concerto filmado mais rentável até à data, arrecadando impressionantes $261.7 milhões nas bilheteiras globais. Gravado nos primeiros três espetáculos da tour Eras em Los Angeles, de 3 a 5 de agosto de 2023, a versão cinematográfica original de 2 horas e 45 minutos omitiu várias músicas das atuações ao vivo.

A nova versão expandida, que vai estrear no Disney+ a 15 de março, promete incluir cinco músicas não presentes nas versões anteriores do filme.

Entre essas, está confirmada a presença de “Cardigan” do álbum “Folklore” de 2020, bem como quatro músicas acústicas ainda não reveladas. Com base na análise da Variety dos espetáculos de Swift no SoFi Stadium de Los Angeles, é provável que essas músicas surpresa sejam “Death by a Thousand Cuts,” “Maroon,” “You Are in Love” e “I Can See You”.

Bob Iger, CEO da Disney, expressou confiança na receção do público à nova versão, afirmando: "Sabemos que o público vai adorar a oportunidade de reviver o eletrizante Taylor Swift: Eras Tour (Versão de Taylor) sempre que quiserem na Disney+", durante a chamada de ganhos da empresa.

Distribuída pela Universal, incluiu três músicas bónus não exibidas nos cinemas: Wildest Dreams, The Archer e Long Live, estendendo a duração total para 3 horas e 1 minuto.




Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: