Warner Bros volta atrás em cancelamento de Coyote vs. Acme, mas não o vai produzir

Diogo Fernandes, 13 de novembro de 2023 14:32
Warner Bros volta atrás em cancelamento de Coyote vs. Acme, mas não o vai produzir

A Warner Bros. parece estar a dar uma segunda oportunidade ao filme Coyote vs Acme com John Cena, com relatos a sugerirem que o filme pode ser vendido.

Atualização da compra de Coyote vs Acme:

Estão a ser agendadas sessões esta semana para os serviços de streaming Amazon Prime, Apple e Netflix, de modo a que estes avaliem e e que possam adquirir o filme Looney Tunes da Warner Bros, Coyote Vs. Acme, que foi cancelado.

O estúdio recebeu uma avalanche de chamadas durante todo o fim de semana por parte de realizadores e representantes de talentos indignados, especialmente após o cancelamento do seu terceiro filme, após Batgirl e Scoob Holiday Haunt! O maior problema com Coyote vs. Acme é que se trata de um filme concluído, destinado a um lançamento nos cinemas.


Após o anúncio recente de que o próximo filme híbrido live-action/animado de John Cena, Coyote vs. Acme, tinha caído no corte fiscal, parece que a Warner Bros. fez uma reviravolta inesperada no assunto. Num novo relatório da Puck.com, o estúdio terá alegadamente concordado em permitir à equipa criativa por trás do filme Looney Tunes vendê-lo a outras partes interessadas.

O projeto liderado por Cena, Coyote vs Acme, parecia estar destinado a seguir o mesmo caminho do filme malogrado Batgirl, que foi cancelado apesar de estar quase no final da pós-produção. No entanto, agora parece que este pode não ser o caso afinal, pois após receber backlash do compositor do filme, diretor e fãs, poderá haver esperança de que ele veja a luz do dia num futuro próximo noutra plataforma.

Como originalmente relatado, Coyote vs. Acme estava destinado a trazer a personagem Looney Tunes Wile E. Coyote para o grande ecrã, e tinha estado a ganhar alguns elogios dos seus testes de exibição. No entanto, de acordo com detalhes revelados pela Deadline, o filme não era visto como uma opção viável para transmissão na Max, lançamento teatral, ou para venda a outra plataforma de transmissão. Em vez disso, parecia que a WBD tinha feito um write-off de $30 milhões contra o orçamento reportado de $70 milhões do filme. Um porta-voz do estúdio disse:

“Com o relançamento da Warner Bros. Pictures Animation em junho, o estúdio mudou a sua estratégia global para se focar nos lançamentos teatrais. Com esta nova direção, tomámos a difícil decisão de não avançar com Coyote vs Acme. Temos um enorme respeito pelos realizadores, elencos e equipas, e estamos gratos pelas suas contribuições para o filme.”

O diretor do filme, Dave Green, que estará a trabalhar com a Warner Bros. noutro projeto, não conseguiu esconder a sua desilusão ao partilhar os seus sentimentos num post em X. Na altura, Green escreveu:

“Durante três anos, tive a sorte de fazer um filme sobre Wile E. Coyote, a personagem mais persistente, apaixonada e resiliente de todos os tempos. Estava rodeado por uma equipa brilhante, que dedicou as suas almas a este projeto durante anos. Todos nós estávamos determinados a honrar os legados destas personagens históricas e realmente fazê-las bem. Ao longo da jornada, fomos abraçados pelo público de teste, que nos recompensou com pontuações fantásticas. Estou orgulhoso do produto final, e devastado pela decisão da WB. Mas no espírito de Wile E. Coyote, a resiliência e a persistência vencem o dia.”

Coyote vs Acme seria um cancelamento Infeliz.

Há muitos fatores que levaram ao plano original de cancelar Coyote vs. Acme, mas há poucas dúvidas de que a péssima performance da Warner Bros. nas bilheteiras este ano tenha desempenhado um papel muito importante.

O filme sofreu uma série de contratempos de produção, desde as frequentemente citadas “diferenças criativas” entre o estúdio e a equipa criativa por trás do filme, às pressões da pandemia de Covid. No entanto, com o filme já concluído, parecia que tinha ultrapassado o outro lado da sua tumultuosa criação. Embora parecesse escrito em pedra que nenhum filme ou série está segura do machado do estúdio até que realmente seja transmitido, talvez este tenha feito uma fuga digna do próprio Bip Bip.

Será que a Netflix ou outra empresa irá comprar o filme?


Não te esqueças de deixares um gosto nas nossas páginas das redes sociais e ficar a par de todas as novidades em primeira mão. Estamos presentes no Facebook , Instagram , e ainda no Google Notícias.



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: