Publicidade

Cinemas no Natal de 2023 podem ter um dos piores resultados desde 2000

Diogo Fernandes, 27 de dezembro de 2023 17:56
Cinemas no Natal de 2023 podem ter um dos piores resultados desde 2000

Normalmente, o impulso das idas ao cinema no Natal prolonga-se até 26 de dezembro, mas não foi o caso este ano, já que Wonka da Warner Bros liderou todos os títulos com $8.9M, a segunda menor receita para um filme n.º 1 após o Natal (desde 2000), à frente do Wonder Woman 1984 do próprio estúdio, que fez $5.8M quando a maioria das salas de cinema do país estavam fechadas devido à Covid. Ui!

Nos últimos dois anos pós-pandemia, o filme n.º 1 em 26 de dezembro arrecadou mais de $30M num único dia, estamos a falar de Homem-Aranha: Sem Volta a Casa e Avatar 2: O Caminho da Água. No seu auge pré-Covid, 26 de dezembro rendeu $56.7M a Star Wars: Episódio VII - O Despertar da Força em 2019, a maior quantia alguma vez ganha por um filme no dia seguinte ao Natal.

O Aquaman e o Reino Perdido da Warner Bros./DC, que liderou o fim de semana com uma receita de 4 dias de $38.3M, caiu para o 2.º lugar com $8.3M (-21% desde o Natal) ontem em 3.706 salas.

Ir ao cinema durante as festas deveria ser vibrante, brilhante e animado, e "lento" nem começa a descrever a diminuição das bilheteiras.

O The Color Purple, da Warner Bros., que revolucionou completamente o musical cinematográfico num mercado terrível e arrecadou $7M em 3.152 salas, -61% desde os $18.15M do que no dia de Natal. A Cor Púrpura estreia em Portugal em janeiro de 2024.

Embora a abertura do Color Purple no Natal tenha ultrapassado o musical de 2012 da Universal, Os Miseráveis ($18.1M), esse filme teve uma melhor retenção no segundo dia, -33%, com $12.1M.

A Patos! da Illumination/Universal arrecadou $6.5M, +22% desde os $5.5M do Natal, totalizando $24.3M em cinco dias.

Surpreendido com os maus resultados nas bilheteiras?