Publicidade

Cofres de Hans Wagner de Exército de Ladrões são reais? Sabe aqui

Diogo Fernandes, 9 de abril de 2023 11:41

Foi Hans Wagner baseado em factos reais?

Certamente que te podes perguntar se Hans Wagner é uma pessoal real ou se os seus cofres existiram na realidade. E caso tenhas tido esta pergunta, esta é uma pergunta normal, já que é um dos nomes mais ouvidos ao longo de Exército dos Mortos e Exército de Ladrões.

A história criada em seu redor parece demasiado boa para real, com Hans Wagner a parecer um génio que nasceu na antiga Europa e que se coloca ao nível de Leonardo DaVinci e Wolfgang Amadeus Mozart, só que do mundo das fechaduras.

A biografia de Wagner

Wagner foi um renomado designer de segurança que estabeleceu a empresa Hans Wagner Tresore AG na cidade de Munique, Alemanha. Era um pilar trabalhador da comunidade até perder a sua mulher e o filho. No final da sua vida, construiu quatro obras-primas, que acabariam por se tornar o único objetivo de vida de Ludwig Dieter. Ele acreditava ser o filho do compositor alemão Richard Wagner, e assim os quatro cofres foram desenhados em forma de homenagem ao compositor alemão, tendo os nomes das quatro óperas do O Anel do Nibelungo.

Os quatro cofres têm os nomes:

  1. Rheingold
  2. Walkurie
  3. Siegfried
  4. Götterdämmerung

Após completar os cofres Ring Cycle (Circulo do Anel), ele criou um cofre final, um que foi projetado para selar a sua própria vida. Este entrou e trancou-se lá dentro, para nunca mais ser visto. Os seus trabalhadores tentaram libertá-lo, mas o trabalho de Wagner era demasiado puro. O seu último cofre, com o seu corpo ainda lá dentro, foi atirado ao oceano.

A história de Hans Wagner é real?

Em relação a Hans Wagner, este nunca chegou a existir na realidade, nem os seus cofres. Em sentido oposto, Richard Wagner existiu na realidade. Este nasceu a 22 de maio de 1813, na Confederação do Reno (Alemanha), e morreu aos 69 anos, a 13 de fevereiro de 1883 (69 anos), na Itália.

As suas quatro óperas, com os nomes de Das Rheingold (O Ouro do Reno), Die Walküre (A Valquíria), Siegfried e Götterdämmerung (O Crepúsculo dos Deuses) também foram reais, fazendo parte das suas maiores obras.



Fica assim esclarecido o mistério.

Segundo lemos na sinopse "Uma misteriosa mulher recruta o banqueiro Dieter para a ajudar num assalto a cofres impossíveis de decifrar em toda a Europa.".


Comentários
Convidado há 1 ano

Posso dizer, fiquei extremamente curiosa sobre a possível vida de Hans Wagner, e o seu extremo talento para a construção de seus extraordinários cofres, me decepcionei um pouco quando sobre que ele era um designer, mas a vida real de Richard Wagner me interessou muito, principalmente duas de suas obras, A Valquíria e Götterdämmerung.


Convidado há 1 ano

Depois de assistir Army of thieves, fiquei curioso sobre Hans Wagner e suas obras-primas. Queria saber se eram reais ou não. O nome deste último cofre (Götterdämmerung) é encantador.


Convidado há 2 anos

Épico. Deveria ser exposto mundialmente estas obras de arte e o conto através da série. Ass: GAR


Convidado há 2 anos

O nome para o filme pode de facto ter sido daí retirado. Mas a sua criação é totalmente fictícia. Já que a única coisa que bate certo é o nome.


Convidado há 2 anos

Hans J. wegner era uma pessoa real sim, mas não fabricava cofres e sim designer de moveis bastante conhecido em fabricação de cadeiras ganhando vários prêmios por sinal



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: