Gostas de escrever? Gostavas de escrever para o Unimado? Envia email para [email protected] e conta-nos porque é que gostavas de fazer parte desta equipa.
critica-exercito-dos-mortos-o-filme-de-zombies-sem-misericordia

Crítica, Exército dos Mortos, o filme de zombies sem misericórdia

Diogo Fernandes, 24 de outubro de 2021 15:01

Exército dos Mortos estreou em maio na Netflix, e foi um filme que na altura comecei adiar, e acabei por nem chegar a ver. Agora em outubro, finalmente ganhei coragem para ver e foi mais um filme que não me desiludiu, com um final inesperado e que me deixou "a mim" triste.

Na sinopse podemos ler "Durante um surto de zombies em Las Vegas, um homem (Dave Bautista) reúne um grupo de mercenários para assumir a derradeira batalha: aventurarem-se na zona de quarentena para realizar o maior assalto alguma vez feito.".

Vamos à crítica

O filme Exército dos Mortos é um filme cheio de ação, que não poupou qualquer esforço em entregar todos os efeitos especiais que desejava. Em nenhum momento senti uma possível falta de orçamento e achei que o nome "Zack Snyder" é visível ao longo de todo o filme.

Admito que o único filme que vi dele, foi o Liga da Justiça de Zack Snyder, e mesmo assim assim achei várias semelhanças. Nesta produção da Netflix, onde este esteve envolvido na Diretor, no Guião, e até na própria Produção, sente-se o seu envolvimento ao longo de todo o filme, desde os efeitos especiais, passando pelos diálogos, e acabando na câmara. Este é mesmo um filme 100% Snyder, que acaba por surpreender.

A história não é muito imprevisível, já que muitos dos momentos conseguimos anteceder, não criado grandes mistérios nem reviravoltas. Acho que dos poucos momentos que não esperava, está relacionado com o destino do protagonista, Scott Ward (Dave Bautista).

Sendo este um filme de Ação, Aventura, Zombies, Terror, Crime, acho que de todos, a palavra que mais se lê nas entrelinhas é mesmo Terror. Digo isto, porque parece que Snyder não esteve muito interessado em deixar personagens vivos. Para além disto, não são deixadas grandes pontas soltas, o que nunca me faria pensar que este fosse ter um "segundo filme".

Dois pontos que me surpreenderam, foi a existência de demasiadas cenas nojentas, que honestamente não me fizeram grande impressão, mas eram certamente cenas que não estava à espera.

A quantidade de piadas ficou bastante reduzida, algo que nem estava à espera, já que foge um pouco ao que aconteceu na sua versão de Liga da Justiça, em que este removeu tudo o que eram cenas de comédia,

Num pequeno comentário aos protagonistas, tenho a dizer que todos tiveram o seu papel e momento, e que me fizeram de uma maneira ou de outra, adorar cada uma delas. Bem, à exceção de Martin (Garret Dillahunt), que nem sei se o deva colocar do lado dos bons ou dos maus.

Os zombies nesta produção são mostrados a todo um outro nível, onde existem alguns que desenvolveram consciência e que pensam. Por diversos momentos queria acreditar que alguns iriam falar, o que não acabou por acontecer. E até acho que fico feliz por isso, já que seria um grande abuso.

Em ponto negativo, tenho a apontar principalmente na história principal. Que por mais que se fale de dinheiro, achei bastante estranho a facilidade como que todos as pessoas abordadas aceitassem de forma tão fácil um trabalho que provavelmente lhes iria tirar a vida. Outro momento que foi totalmente escusado, foi o criado entre Scott Ward e Maria Cruz, em que esta se declara os seus sentimentos por ele. Este seria algo que deveria ter sido aproveitado, mas de forma profunda ao longo do filme, o que na realidade não aconteceu. Tendo esta declaração sido sentida quase como um choque para o espetador. Ou pelo menos falo por mim.

Não falando de forma tão negativa, à exceção deste momento, acho que este é um filme mesmo "brutal", que dá uma bela sessão de cinema em que o espetador de envolve de forma profunda com a história. Não percas, Exército dos Mortos, já disponível na Netflix.

Excusado será dizer que estou ansioso por Exército de Ladrões, que estreia já dia 29 de outubro de 2021.


Não te esqueças de deixares um gosto nas nossas páginas das redes sociais e ficar a par de todas as novidades em primeira mão. Estamos presentes no Facebook , Instagram , e ainda no Google Notícias.

Netflix Crítica

Entra na tua conta para poderes comentar e ganhar pontos, Clica aqui.