disney
critica-the-irregulars-um-historia-diferente-do-classico-sherlock-holmes

Crítica: The Irregulars, um história diferente do clássico Sherlock Holmes

Diogo Fernandes, 4 de abril de 2021 16:03

Uma história escura que me manteve o interesse do ínicio ao fim sem um final em aberto que trouxe um final linear, igualmente como se sente ao longo de toda esta série da Netflix.

"Numa Londres vitoriana, um bando de adolescentes de rua problemáticos são manipulados para resolver crimes para o sinistro Dr. Watson e seu misterioso parceiro de negócios, Sherlock Holmes. À medida que os crimes assumem uma terrível vantagem sobrenatural e um poder sombrio emerge, cabe aos Irregulares unir-se para salvar não só Londres, mas todo o mundo."

Á semelhança do que se viu em Enola Homes, em The Irregulars, ou O Bando em português, acompanhamos uma das histórias baseadas Sherlock Holmes um pouco mais sinistra do que estamos habituados. Num regresso a 1800, conhecemos um grupo de jovens, cada um com características próprias que os ajudam a enfrentar os desafios e que se complementam no final.

Não sendo eu um grande gosto por séries muito escuras/assustadoras, tenho a dizer que O Bando me surpreendeu pela positiva, toda a história faz sentido e todas as explicações ficaram bem apresentadas ao longo da história. Um bom exemplo disto é que a forma em como descobrimos que Jessie é uma ipsissimus e acompanhamos o seu desenvolvimento ao longo dos episódios, em que aos poucos descobrimos o que realmente é e do que ela é capaz.

Drama na série não falta, principalmente no que diz respeito à palavra "amor", em que estamos a ser constantemente a ser bombardeados com problemas amorosos e que definem vários dos acontecimentos da série. Esta é talvez uma das poucas coisas "más" que tenho a apontar, visto que por vezes sente-se que os dramas amorosos são forçados, sem necessidade para tal.

Efeitos especiais não me posso mesmo queixar, tendo em conta que é uma série. Não notei qualquer falha e até os achei bastante reais para uma série que apenas está na primeira temporada. A cidade de Londres ficou bastante bem reconstruída com uma grande atenção aos detalhes.

Com uma banda sonora cheia de energia e adaptada à época, esta foi uma escolha em tudo ideal para a série que estamos a ver, que consegue transmitir os sentimentos da forma que se espera.

Em conclusão, esta é uma série que sem sombra de dúvida recomendo a todos os fãs de séries de crime e drama, e é daquelas séries que se ficar por aqui não me importaria nada, já que temos uma história linear e que não deixa muitas pontas soltas.

Não percas O Bando já disponível na Netflix.


Não te esqueças de deixares um gosto nas nossas páginas das redes sociais e ficar a par de todas as novidades em primeira mão. Estamos presentes no Facebook , Instagram , e ainda no Google Notícias.

Netflix Crítica Sherlock Holmes

Entra na tua conta para poderes comentar e ganhar pontos, Clica aqui.